Como cozinhar os alimentos?

Imagem


Cozer, grelhar, assar, fritar… Se há alimentos que podem ser cozinhados de várias formas, outros, pelas suas características, adequam-se melhor a um ou outro método, sendo que a forma como são cozinhados determina sempre o sabor e textura, o resultado final.

MÉTODO   RECOMENDAÇÃO
Cozer em água Ao cozer os alimentos em água, estes tendem a transferir para o líquido os seus nutrientes (vitaminas e minerais). Para minimizar estas perdas, utilize o mínimo de água e introduza os alimentos só depois de levantar fervura. Não deixe ferver em demasia. Sempre que possível, aproveite a água da cozedura (cheia de nutrientes) para fazer sopas, caldos e molhos.
Cozer a vapor Uma vez que os alimentos não entram em contacto direto com a água e cozem mais lentamente, as perdas de nutrientes (vitaminas e minerais) são menores. Ideal para alimentos de textura tenra.
Grelhar (gás, carvão, eletricidade, placas/grelhadores) Permite cozinhar rapidamente, sem adição de gorduras (apenas o suficiente para não colar) e privilegia a utilização de temperos como o alho e ervas aromáticas.
Para não perder nutrientes, é conveniente não espetar com o garfo (para não perder sucos).
Ideal para legumes, peixes e algumas carnes.
Assar Os assados podem tornar-se muito calóricos ao adicionar gorduras, o que se pode evitar, se colocar os alimentos sobre papel vegetal e regar com uma marinada ou caldo. Recomendado para carnes, peixes e vegetais.
Fritar Utilize de preferência uma frigideira antiaderente que necessite de uma quantidade mínima de gordura para fritar e dê também preferência a óleos alimentares que não se deteriorem facilmente a elevadas temperaturas: Saiba mais AQUI Batatas, tempuras, panados, etc.
Estufar Os alimentos são cozinhados lentamente em tacho ou panela, nos seus próprios sucos, com o mínimo de gordura e líquido (água, caldo, vinho molho de tomate), mantendo a suculência dos alimentos. Os alimentos podem ser previamente salteados, para preservarem os sucos.
Guisar Método idêntico ao de estufar, mas em maior quantidade de líquido, para deixar que os alimentos cozinhem lentamente, mantendo sabores no molho. Ideal para alimentos de consistência mais dura que precisem de mais tempo de cozedura.
Saltear Técnica semelhante à fritura, em que a superfície (frigideira ou wok) é apenas barrada ou untada com um pouco de gordura. Os alimentos são cozinhados rapidamente, a temperaturas elevadas, enquanto são constantemente mexidos/agitados. Alimentos cortados em pequenos pedaços.
Cozinhar em panela de pressão Permite cozinhar de forma muito mais rápida, com menor quantidade de líquido e maior retenção dos nutrientes dos alimentos. Ideal para alimentos que demoram a cozer.
Cozinhar em micro-ondas Pode cozer verduras de forma semelhante à cozedura a vapor, com perdas mínimas de minerais e vitaminas, devido à rapidez de cozedura.  
Cozinhar em papelotes Os alimentos são cozinhados em invólucro fechado, criando-se uma espécie de estufa que preserva os nutrientes e todo o sabor. Ideal para carnes brancas, peixe e legumes.

O nosso conselho: se as receitas ou as próprias características dos alimentos não exigem um método específico para serem cozinhados, procure optar pelos métodos que recorrem a uma menor utilização de gorduras e maior aproveitamento de nutrientes.

Deixe o seu comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s