Os nutrientes não são todos iguais…

Imagem

Os macronutrientes: os hidratos de carbono, as proteínas e as gorduras formam o grupo dos macronutrientes, que são os que precisamos em maior quantidade e também os que existem nos alimentos em maior proporção.

Hidratos de Carbono ou Glícidos: fornecem o combustível para as atividades diárias. Este grupo inclui todos os tipos de açúcares e amidos (presentes no pão, arroz, massas e batatas).

Proteínas: são indispensáveis na formação e crescimento dos músculos, órgãos, pele e ossos e no fornecimento de energia. Estão em maior quantidade na carne, aves, peixe, ovos, produtos lácteos e leguminosas secas como o feijão, ervilhas e sopa.

Gorduras ou Lípidos: fornecem energia, entram na constituição de todas as estruturas celulares do nosso corpo, fornecem os ácidos gordos essenciais, ajudam-nos a absorver as vitaminas A, D, E e K. Algumas fontes de gorduras são o azeite, manteiga, óleos vegetais, frutos secos oleaginosos, ovos, peixes gordos e carnes gordas.

Os micronutrientes: as vitaminas, os minerais e oligoelementos e as fibras pertencem ao grupo dos micronutrientes. São necessários em menor quantidade, mas não desempenham um papel menos importante.

Vitaminas: são fundamentais para o crescimento e equilíbrio, regulando muitos dos processos metabólicos. Têm funções diversas e específicas e encontram-se numa grande variedade de alimentos de origem animal e vegetal.

Minerais e Oligoelementos: são imprescindíveis na conservação e renovação dos tecidos, no bom funcionamento das células nervosas (cérebro) e intervêm em muitas reações que ocorrem no organismo. Existem em muitos alimentos de origem animal e vegetal.

Fibras: as solúveis (presentes, por exemplo, nos hortícolas, frutas e aveia) têm um papel importante na redução dos níveis de colesterol e do risco de doenças cardiovasculares e cancerígenas e ainda contribuem para a regulação dos níveis de glicemia e aumentam a sensação de saciedade. As insolúveis (presentes, por exemplo, nos cereais e leguminosas) interferem no funcionamento intestinal, ajudando a prevenir a obstipação.

Deixe o seu comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.