Flexitarianismo: estará o segredo no equilíbrio?

Imagem

Flexibilidade: é esta a chave deste padrão alimentar, que tem como base um consumo maioritário em produtos de origem vegetal deixando, para ocasiões pontuais e moderadas, consumo de produtos de origem animal.

Este padrão alimentar capta a atenção daqueles que, querendo reduzir o seu consumo em produtos de origem animal, também não querem optar por uma exclusão total dos mesmos.

De um modo genérico, o  Flexitarianismo baseia-se:

– consumo de frutos, produtos hortícolas, cereais integrais e leguminosas;

– consumo de fontes proteicas vegetais, em vez das de animais;

– inclusão de produtos de origem animal, em situações pontuais e de forma moderada;

– direcionar a alimentação para a promoção da saúde e mais sustentabilidade.

Independente da definição do padrão alimentar, é já bastante consolidado cientificamente que uma dieta rica em frutos, produtos hortícolas, cereais integrais e leguminosas, potenciam efeitos benéficos na saúde.

É ainda importante referir, que uma alimentação equilibrada e variada, deve ser o foco para uma vida mais saudável e sustentável.

Por que não incluir mais flexibilidade no seu dia-a-dia alimentar? Nem sempre, nem nunca!!!

Deixe o seu comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.